Assine para receber os posts em sua caixa de e-mails

INFORME SEU E-MAIL AQUI:

Delivered by FeedBurner

Pesquisar este blog

sábado, 1 de julho de 2017

Tremei, mas tende esperança!




"A santa penitente Taís, dirigindo-se um dia a S. Pafúncio, lhe disse: "Meu Pai, que devo fazer? A recordação da minha vida miserável me espanta e assombra!" Ela havia sido uma grande pecadora e estava cheia de medo por causa dos pecados cometidos.

O bom Santo lhe respondeu: tremei, mas tende esperança!

Tremei com medo de vos tornardes soberba e orgulhosa;


Mas tende esperança, a fim de não cairdes na desesperação e no desânimo. 

Porque o receio e a esperança nunca devem andar desacompanhados um do outro, de modo que, se o receio não for acompanhado da esperança, não é o receio, mas a desesperança; e a esperança sem o receio é presunção.

Ominis vallis implebitur: urge, pois, enchermos de confiança e ao mesmo tempo de temor de Deus esses vales de desânimo, que o conhecimento dos  pecados cometidos em nós produz.

"Bem-aventurado o homem que confia no Senhor e de quem o Senhor é a esperança. Será como a árvore que é transplantada sobre as águas, a qual estende as raízes para a umidade, e não temerá a secura, quando vier o calor. Será sempre verde a sua folha, e em tempo de seca não terá mingua, nem jamais deixará de dar fruto." (Jer 17,7-8)


Excerto do livro 'A arte de aproveitar-se das próprias faltas"
Pe. Tissot

 
Visite nossos blogs associados:
+
Informe seu e-mail para receber as publicações de VIRTUDES FEMININAS: Delivered by FeedBurner.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é eminentemente de caráter religioso e comentários que ofendam os princípios da fé católica não serão admitidos. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se garantem o direito de censurar.